sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Grupo gospel é o grande vencedor do Astros de outubro

Na grande final de outubro, exibida nesta quarta, 29, os jurados mais temidos do país - Arnaldo Saccomani, Thomas Roth, Cyz Zamorano e Carlos Miranda - definiram o Grupo Artpella como o grande vencedor do "Astros".

Os sete integrantes da banda gospel ganharam um carro zero quilômetro.

Na disputa estavam Niyi Fote, Alex Sorriso, Soul Pixaim e os grupos Black Rain, A Tropa, Gabriel e Rasta Giu, Gradi e Coesão.

Os apresentadores Beto Marden e Ligia Mendes ainda anunciaram Fabrício como o vencedor do Excluídos - a competição paralela do reality show, na qual os internautas decidem qual é a figura mais bizarra que passou pela atração. Ele faturou uma moto novinha!



Fonte: Virgula

Congressistas escrevem em favor da família Zhang

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA - Em resposta aos recentes abusos cometidos pelo governo chinês contra Zhang Mingxuan, presidente da Aliança de Igrejas Chinesas Não-Registradas, dois líderes do Congresso norte-americano escreveram uma carta em conjunto para a Secretária do Estado, Condoleezza Rice.

A carta pede à Condoleezza que exija uma ação urgente por parte do governo chinês para libertar Zhang Mingxuan e também ressarcir os danos pessoais que ele e sua família sofreram.

De acordo com a China Aid Association (CAA), os congressistas Frank R. Wolf e Chris Smith tiveram a oportunidade de se encontrarem com Mingxuan e a sua família em Pequim, no mês de julho, sem a interferência do governo chinês.

Durante o encontro, Mingxuan pode compartilhar as batalhas e abusos diários que os cristãos enfrentam, infligidos pelo Partido Comunista da China.

A carta intimida o governo norte-americano e a administração do presidente Bush a não ignorarem os atos repreensíveis do governo chinês. Ela tem o objetivo de fazer com que a administração do governo norte-americano consiga chamar a atenção internacional para esse caso, por meio da publicidade, convocando dessa forma o governo chinês a libertar Mingxuan e seus familiares.

A mensagem da carta também confronta o governo chinês por conta da sua postura hipócrita quanto aos assuntos internacionais: “Se as Olimpíadas de Pequim nos ensinaram alguma coisa, é que o governo chinês fará de tudo para garantir a sua imagem de sociedade harmoniosa e pacificadora, enquanto o mundo está observando-o”.

Defendendo o pastor Mingxuan e sua família, a atual administração norte-americana terá a chance de publicamente condenar a violação diária dos direitos humanos, perpetradas pelo corrupto regime comunista da China, e se unirá aos cidadãos chineses perseguidos, uma vez que ambos procuram oportunidades de expandir a liberdade e a democracia ao redor do mundo.

Fonte: Portas Abertas

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Cristão é assassinado por pedir tradução

SOMÁLIA - Extremistas islâmicos mataram com arma de fogo um ex-muçulmano no dia 14 de setembro de 2008, em Afgoye, uma cidade a mais ou menos 30 quilômetros de Mogadíscio, capital da Somália. Ele se chamava Ahmadey Osman Nur, e tinha 22 anos de idade

No dia 14 de setembro, Ahmadey foi convidado para uma cerimônia de casamento no seu bairro. A cerimônia foi celebrada em árabe, idioma que nenhum dos convidados compreendia, exceto o xeique que conduzia o evento.

No final da cerimônia, Ahmadey pediu ao xeique que resumisse a mensagem na língua somali, a língua materna de todas as pessoas que estavam no casamento. Praticamente todos os convidados concordaram com o pedido de Ahmadey, mas o xeique, militante do grupo militante AL-Shabab, ofendeu-se e pediu a um de seus guarda-costas para “silenciar o apóstata”.

Como Ahmadey havia se convertido ao cristianismo, o xeique o considerou um apóstata. Os muçulmanos consideram o árabe uma linguagem “sagrada”, o idioma que, conforme acreditam, será falada no céu.

Alguns dos amigos de Ahmadey disseram-lhe para sair logo dali, pois temiam pela sua vida. Entretanto, o segurança guarda-costas matou Ahmadey com tiros de revólver enquanto ele saía do local.

De acordo com o noivo muçulmano, que convidou Ahmadey para o casamento, ele será lembrando por sua compaixão pelos idosos do bairro em que vivia.

O pastor de Ahmadey disse que o mártir também será lembrado como o primeiro cristão somali no distrito de Agfoye a memorizar o livro inteiro de Atos dos Apóstolos, o livro que ele amava mais do que qualquer outro.

Recentemente, extremistas intensificaram seus ataques contra os cristãos da Somália. Nos últimos 9 meses, 6 cristãos, incluindo Ahmadey, foram martirizados por conta da sua fé cristã.

Interceda pelos cristãos da Somália, que enfrentam esse período difícil.

Fonte: Portas Abertas

A Malásia contra o lesbianismo

Autoridades religiosas islâmicas querem combater homossexualidade feminina, que cresce no país. Ela seria transformada em crime pela lei civil, a exemplo do que acontece com o relacionamento amoroso entre homens.

A homossexualidade feminina está crescendo na Malásia, nação de maioria muçulmana do Sudeste Asiático. O fato preocupa as autoridades religiosas, que se vêem sem condições de combater esse tipo de comportamento na esfera civil. A homossexualidade masculina é considerada crime pelas leis malaias, por ser considerado procedimento contrário à natureza – mas, segundo os advogados do país, a o lesbianismo é tecnicamente permitido, já que não existe nada na lei que trate sobre a relação amorosa entre mulheres.

Agora, o presidente do Conselho Nacional, Abdul Shukor Husin, anunciou que o país vai combater a homossexualidade feminina. Ele disse que muitas mulheres passaram a adotar a forma de se vestir dos homens, além de agir como homens. “É inaceitável ver uma mulher que age como homem”, diz Shukor. Segundo ele, o Conselho decidiu que tais atos serão “proibidos e banidos'. O órgão não tem competência para decidir sobre o direito civil, mas sua influência conta muito na Malásia, país com 25 milhões de habitantes, dos quais 60% professam a fé islâmica.

Fonte: Cristianismo Hoje

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Kassab recebe Jesus em igreja evangélica

Prefeito reeleito diz "sim" a convite de pastor, faz confissão pública e promete culto de ação de graças. Mas assessores dizem que ele ainda é católico.

Na guerra eleitoral, as estratégias para captação de votos dos candidatos não encontram barreiras. Nem religião vira tabu quando o assunto é cooptar mais eleitores.

O prefeito de São Paulo reeleito neste domingo, Gilberto Kassab (DEM), participou de culto na Igreja Evangélica da Comunhão Plena, no dia 20 de setembro passado. Mas seus assessores garantiram hoje (24) ao Congresso em Foco que ele ainda é católico e que o gesto – típica confissão de fé para os protestantes – não significou uma conversão.

Na ocasião, Kassab aceitou Jesus como seu senhor e salvador e decidiu entregar sua vida a Deus. Recebeu as bênçãos do apóstolo Sérgio Lopes e de mais de 5 mil mulheres fiéis presentes ao evento na Barra Funda, distrito da região oeste de São Paulo. A “conversão” foi gravada em vídeo.

Kassab atendeu ao pedido do pastor e o acompanhou em uma oração: “A partir de hoje, diante do teu altar, eu o consagro minha vida, meus sonhos, minha carreira política e a minha reeleição para prefeito e, em nome de Jesus, se o senhor me conceder essa oportunidade de voltar a ser o prefeito de São Paulo, quero fazer um voto contigo hoje. Vou fazer um culto de ação de graças para louvor e honra a partir de agora para meu senhor e salvador Jesus Cristo, amém”, orou o prefeito, diante do rebanho.

A assessoria de Kassab na prefeitura afirma que ele não se converteu à nova religião e que mantém sua fé católica. Já segundo os assessores da campanha à reeleição, é natural que o candidato participe de cultos de credos diversos durante o período eleitoral, e que o prefeito apenas atendeu a um convite da Igreja ao comparecer ao evento.

Os auxiliares dizem que, apesar de Kassab ter afirmado que aceitou Jesus durante o culto, isso não altera sua fé na Igreja Católica. “Claro que ele aceita Jesus, mas ele não mudou de religião”, afirmou um dos assessores do prefeito.

Dever do povo de Deus

A pastora Viviane Nascimento, do setor de comunicação da Igreja Comunhão Plena, conta que foi a assessoria de Kassab que procurou a Igreja a fim de promover o encontro do prefeito com os fiéis. Ela defende que é um dever do “povo de Deus” receber e abençoar as autoridades.

Mas Viviane relativiza a conversão do candidato. Ela alega que aceitar Jesus publicamente não configura necessariamente que o prefeito tenha se convertido. A pastora explica que a conversão é uma mudança interior, e que é preciso acompanhar os passos seguintes à aceitação de Jesus para saber se a pessoa realmente passou a seguir a fé em questão.

“Só o prefeito pode dizer se aceita Jesus em seu coração. É uma pergunta que deve ser feita a ele”, aponta. Viviane não crê que Kassab possa ter usado sua participação entre os mais de 5 mil fiéis com fins políticos. “Não foi campanha política, ele teve a oportunidade de ter a experiência com Deus e declarar isso diante do público”, assegura.

O momento exato da conversão nas igrejas neo-pentecostais varia conforme orientações próprias a cada igreja. Para o pastor Alexandre Florêncio Junior, um dos secretários da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, dizer que está aceitando Jesus caracteriza, sim, a conversão. Porém, para ele, só Kassab pode responder se verdadeiramente converteu-se.

Numa cena do vídeo, o prefeito responde “sim” à pergunta se ele aceita Jesus em seu coração. Nesse caso, pastor Alexandre é enfático: “Sim, isso faz dele um evangélico”.

Assista o Vídeo:


Fonte: Congresso em Foco

Seita canibal condenada

Integrantes do Movimento do Graal são sentenciados por Tribunal tcheco por submeterem crianças a sevícias e torturas; uma das acusadas é mãe de duas vítimas.

Membros da seita Movimento do Graal, um grupo que se intitula canibal e obrigava crianças a comer a própria carne, foram condenados neste fim de semana na República Tcheca. As penas vão de cinco a dez anos de cadeia.

Uma das condenadas é Klara Mauerova, de 31 anos, mãe de duas crianças seviciadas, que pegou nove anos. Os acusados se recusaram a revelar ao tribunal, em Brno, as razões que os levaram a torturar de forma tão cruel Ondrej, de oito anos, e o irmão Jakub, de dez. Os dois meninos contaram como a mãe e os familiares os queimaram com cigarros, os chicotearam com cintos e os tentaram afogar. Relataram ainda abusos sexuais e a forma sádica como foram forçados a cortar pedaços de carne a si mesmos e a comê-los.

Segundo as investigações, as crianças eram mantidas algemadas em gaiolas e forçadas a permanecer de pé dias seguidos, sobre a própria urina e fezes. A mãe, ao que se sabe, assistia a boa parte das torturas através de um vídeo, sem intervir. Klara admitiu as acusações mas alegou ter sido manipulada pela irmã e por Barbora Skrlova, de 34 anos, condenada a cinco anos de cadeia. Dos outros três sentenciados, Hana Basova, de 28 anos, e Jan Skrla , de 25, foram condenados a sete anos, e Jan Turek a cinco.


Klara Mauerova: condenada a nove anos de cadeia

Fonte: Cristianismo Hoje

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Sacerdote de Londres pede desculpas por abençoar união gay

Um sacerdote anglicano que abençoou a união de um casal gay prometeu que não fará isto novamente, a menos que as políticas da igreja mudem.

O reverendo Martin Dudley, da Igreja de São Bartolomeu, no centro de Londres, celebrou o casamento de dois sacerdotes anglicanos homossexuais, que já tinham a união civil registrada.

A carta de desculpas de Dudley, publicada no site da diocese nesta sexta-feira, afirma que ele não abençoará a união de um casal gay novamente.

O reverendo também informou que acreditava que a política da igreja inglesa de impedir as bênçãos gays estava sendo amplamente desrespeitada.

As cerimônias de bênçãos gays têm sido uma grande preocupação na Comunidade Anglicana Mundial, que pediu para que elas não aconteçam mais.

Fonte: Folha Online
Imprimir

Apelo de três cristãos é julgado

ARGÉLIA - Em 21 de outubro, três cristãos da cidade de Oran – Rachid Muhammad Essaghir, Youssef Ourahmane e Hamid – tiveram uma audiência como parte de seu apelo contra a sentença que lhes foi dada.

Os três foram condenados em fevereiro deste ano a três anos de prisão por “blasfemar contra o nome do profeta [Maomé] e o islã” e por supostamente ameaçarem a vida de Shamouma al-Aid que declarou ter se convertido ao cristianismo. Além da sentença, cada um teve de pagar uma multa no valor equivalente a 500 dólares cada.

Pessoas presentes à audiência disseram que o juiz pareceu favorável aos cristãos.

O resultado da audiência será publicado em 29 de outubro. Se o juiz optar por não fechar o caso, os acusados têm o direito de apelar no tribunal da cidade de Oran dentro de dez dias.

Fonte: Portas Abertas

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Suposto caso com fiel afasta padre de igreja em Recife

A Igreja Católica, em Pernambuco, testemunhou mais um conflito entre o arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho, e um sacerdote.

O padre João Carlos de Santana, do bairro Água Fria, em Recife, é acusado pelo arcebispo de ter mantido relacionamento amoroso com uma freqüentadora da igreja. Por conta disso, ele foi afastado.

Segundo a Arquidiocese, o sacerdote estava proibido de celebrar missa e outras liturgias desde janeiro desse ano. Ele foi aconselhado a deixar a paróquia.

Como não seguiu a orientação, ele foi surpreendido, na terça-feira, com execução de mandado de reintegração de posse e teve que deixar a igreja.

Católicos fizeram protesto, pedindo permanência do padre. Ele disse que não tem mais condições de continuar exercendo seu ofício:

- Não dá para trabalhar desmoralizado e sofrendo campanha difamatória - reclamou.

Desde que assumiu a arquidiocese, o arcebispo já exonerou cerca 20 padres.

Retirado de: O verbo

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Chile agora terá feriado do Dia do Evangélico


Com a assinatura da presidente da República, Michele Bachelet, e a participação de bispos e pastores de diferentes igrejas evangélicas e protestantes, foi promulgada na sexta-feira, 10, a lei que estabelece o Dia Nacional das Igrejas Evangélicas e Protestantes, comemorado em 31 de outubro, como feriado no país.

Em ato ocorrido no palácio de La Moneda, a presidente expressou que “a tarefa do Estado é proteger a liberdade de culto e garantir a atividade das igrejas no marco da Constituição. Alegra-nos que o Congresso tenha aprovado este corpo legal e, embora alguns assinalem que a aprovação de um novo feriado represente um importante custo ao país, veremos como compensá-lo, porque entendemos que se trata de um ato de justiça”.

Segundo Bachelet, o Chile deu um passo adiante “ao assegurar a igualdade e a liberdade de culto nos hospitais públicos e nos centros carcerários”. Somado a isso, disse a mandatária, este ano o país realizou um enorme avanço ao estabelecer os capelães evangélicos nas Forças Armadas.

A presidente recordou a figura e a contribuição do bispo Raimundo Valenzuela Arms, bispo emérito da Igreja Metodista do Chile, que faleceu no dia 28 de setembro, nos Estados Unidos, aos 92 anos de idade. Bachelet referiu-se ao bispo como pastor, professor universitário, fundador de obras sociais e estudantis e também como homem comprometido com os direitos humanos.

Através do Comitê Pró Paz, junto ao cardeal Raúl Silva Henríquez e o bispo luterano Helmut Frenz, e muitos outros, Valenzuela Arms defendeu com força o direito à vida de todos. “Estou certa de que ele estaria muito contente no dia de hoje de poder compartilhar esta grande alegria com o povo evangélico”.

A lei 20.299 foi promulgada depois de dois anos de discussões entre o Poder Legislativo e os líderes do povo evangélico protestante. O projeto foi aprovado por unanimidade por ambas as câmaras, estabelecendo o Dia Nacional das Igrejas Evangélicas e Protestantes como feriado.A iniciativa foi dos deputados Enrique Accorsi, Marcos Espinoza, Carlos Jarpa, Fernando Meza, Alberto Robles, Alejandro Sule e Samuel Venegas.

A data escolhida é significativa para as igrejas evangélicas e protestantes, uma vez que elas relembram as 95 teses que o reformador Martinho Lutero pregou na porta da igreja do Castelo de Wittenberg, na Alemanha, em 31 de outubro de 1517. Essa ação do monge da Ordem dos Agostinianos deu início à Reforma protestante.

Fonte: Gospel Mais

Religião é fruto da evolução humana, diz estudo


Um pesquisador norte-americano publicou um artigo na revista científica Nature onde afirma que a religião é um produto da evolução do cérebro humano e que idéias como Deus e comportamentos típicos de pessoas religiosas ocorrem por uma predisposição do cérebro.

Pascal Boyer, do departamento de Psicologia e Antropologia da Universidade de Washington, explicou em seu artigo as formas cognitivas que predispõem o homem a praticar a fé religiosa.

Por exemplo, a tendência a ver Deus como uma figura antropomórfica é explicada pela dificuldade de idealizar e construir uma imagem não física, já que desde criança o homem é habituado a criar figuras semelhantes às reais em sua imaginação.

O pesquisador descreve os rituais religiosos como comportamentos condicionados pelo cérebro humano, classificando-os de comportamentos estereotipados e repetitivos, como os que ocorrem em distúrbios obsessivo-compulsivos, nos quais o fiel acredita ter obrigação de fazer algo por sua crença, mesmo que não traga efeitos reais.

Segundo Boyer, não será descoberto o “circuito do pensamento religioso” ou os “genes da fé”, mas “a religião é um produto da nossa evolução”. “Um dia encontraremos as provas para demonstrar que nossa inata propensão ao pensamento religioso deriva do fato de que nossos antepassados viam nisso uma vantagem seletiva. Pensamentos religiosos parecem ser uma propriedade emergente de nossa capacidade cognitiva padrão”, declarou o pesquisador.

Fonte: Gospel Mais

Ps:. Eu particularmente já cansei de ouvir e postar noticías de ciêntistas achando que são "os donos da razão", falam o tempo todo teorias sobre Deus. Provas de que o mundo foi criado por Deus, que Jesus realmente existiu, e que até a própria Ciência foi criada por ele, um dia serão reveladas; Só acho que esses ciêntistas deviam ficar mais calados e não duvidar do poder de Deus.

Fiel da IURD teve seu nome colocado no SPC pela Igreja por passar cheque sem fundo como dízimo

Pagar dizimo à igreja com cheque sem fundos pode levar o religioso aos cadastros de proteção ao credito. A decisão é da 19ª Câmara de Direito Privado do TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo, que negou o pedido de indenização por danos morais de Glaucio Verdi, 35 anos, contra a IURD.

Verdi, após ter dado um cheque de R$1.000, no ano de 2005, para a igreja, em São jose dos Campos (a 91km da capital), foi incluido em listas de devedores - que impedem o acesso ao credito. Com isso, ele foi à justiça e pediu uma indenização no valos de R$300 mil.

No entanto, a justiça entendeu que o dizimo é uma doação regulada pelas normas do Código Civil e que não prevê a dessistência de nenhuma das partes depois de o “negócio” ter sido fechado.

Segundo ao advogado e pai do religioso, Nilson Verdi, seu filho, que deu o cheque para pagar o dizimo, entregou uma carta à igreja pedindo que o dinheiro fosse depositado só depois de dez dias. “Ele dependia da venda de uma moto para ter o dinheiro na conta, mas o pastor não respeitou esse pedido do meu filho e apresentou o cheque ao banco por duas vezes.”

Na Igreja
A decisão da justiça ainda cita que o pastor, por várias vezes, teria afirmado em cultos que o fiel era “um mal cristão que enganou Deus”.
“A igreja ganhou no campo da justiça, mas perdeu no campo da moral”, disse o advogado.
Verdi ainda não conseguiu limpar o seu nome e, segundo seu pai, não frequenta mais a igreja Universal.
Questionada, a IURD informou que está satisfeita com a decisão e que considera que a justiça foi feita.
(Anay Cury)

Devedor Divino
Quem dá cheque sem fundos como dizimo, pode ter o nome incluido nos cadastros de restrição ao crédito, como o Serasa.

Na Justiça
* A IURD enviou ao cadastro de inadimplentes o nome de um fiel de São Jose dos Campos que deu um cheque pré-datado de R$1.000, sem fundos, como dizimo

* O devedor entrou na Justiça contra a inclusão de seu nome na lista de devedores e pediu uma indenização de R$300 mil.

*Segundo o processo, o pastor da igreja teria afirmado por várias vezes, depois de saber que o cheque não tinha fundos, que o fiel era “um mal cristão que enganou Deus”.

Negado
O TJ-SP entendeu que o dizimo é uma doação regulada pelo Código Civil e quenão prevê a Desistência de nenhuma das partes depois de o “negócio” ter sido fechado.

Fonte: Gospel Mais

Padre infecta rede da paróquia ao ver pornôs no Computador

Um padre em Strängnäs, na Suécia, renunciou à direção da paróquia depois que vírus tomaram conta da rede de computadores.

Ele admitiu que ficava "muitas horas do seu tempo de trabalho" vendo pornografia na Internet, e que esperava que isso ficasse apenas entre ele e Deus - o que teria acontecido se "um letal vírus de computador" não tivesse afetado e paralisado toda a rede da paróquia.

O arcebispo Anders Wejryd disse, a respeito do episódio, que os padres são pessoas como todas as outras. "Mas não posso tolerar que alguém sente e fique surfando por pornografia nos computadores da igreja", afirmou, segundo o site The Register.

A porta-voz da oficial da congregação, Charlotta Novosel, confirmou o afastamento do padre: "Ele decidiu se aposentar".

Fonte: Terra

Projeto de lei visa coibir preconceito religioso

As Filipinas Está a um passo de ser aprovado um projeto de lei que proíbe que suspeitos de atividades criminosas sejam identificados por sua religião.

A lei proposta proíbe que a mídia use, ao descrever suspeitos de atividades religiosas o, palavras como “muçulmano”, “cristão” e qualquer outra que denote afiliação religiosa, regional ou étnica.

O projeto de lei, que foi aprovado em sua terceira e última leitura na Câmara, está agora sendo avaliado pelo Senado.

Juan Edgardo Angara, autor do projeto, diz que o uso de “rótulos” pela mídia de massa acaba criando generalizações que afetam todos os membros da comunidade do acusado, pessoas que não têm envolvimento algum com o crime.

Ele lamenta que muitos meios de comunidade continuem usando, de forma insensível, termos como "criminoso muçulmano" e "terroristas muçulmanos" ao descrever pessoas acusadas e condenadas por atividades criminosas.

Segundo essa lei, meios de comunicação que agirem dessa forma serão multados em, no mínimo, 50 mil pesos filipinos (1.040 dólares norte-americanos) para cada incidente.

"Proibir essa prática preconceituosa poderá, definitivamente, contribuir e resultar no aumento do espaço e da compreensão social positivos entre muçulmanos e não-muçulmanos", Angara comentou.

O projeto teve o apoio do Comitê da Câmara para Assuntos Islâmicos.

Fonte: Portas Abertas

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Filho do pastor Zhang Mingxuan recobra consciência

Zhang Jian, o filho mais velho do pastor Zhang Mingxuan, recobrou a consciência e teve de deixar o hospital. No entanto, seu estado de saúde ainda é grave.

Ele havia sido agredido por policiais do Comitê de Segurança Pública (PSB) em Pequim, no dia 16 de outubro.

O quadro de Jian ainda é bastante crítico. Seu olho direito foi severamente danificado, e pode ser que perca a visão. Alguns ossos da face foram quebrados, e precisarão de cirurgias.

Apesar disso, Jian teve de deixar o hospital porque os policiais do PSB estão monitorando-o, e ele teme por sua segurança.

Ele foi levado à casa de seu irmão, sendo o tempo todo seguido pelos policiais. Os policiais ordenaram que Zhang Chuang não deixasse o apartamento até que se passassem as comemorações do terceiro aniversário da Igreja Chinesa da Aliança, dirigida pelo seu pai.

A família tem lutado para arcar com as despesas do hospital e advogados. Ela continua desabrigada.

Fonte: Portas Abertas

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Filho de pastor encontra-se em condições críticas após ser espancado

Zhang Jian, o filho mais velho do pastor Zhang Mingxuan, apanhou cruelmente dos funcionários do Comitê de Segurança Pública (PSB) enquanto estava no apartamento de seus pais em Pequim, no dia 16 de outubro.

Xie Fenglan, sua mãe, declarou que 15 funcionários do PSB entraram na sua casa e trancaram todas as portas antes de bater cruelmente em Jian com barras de ferro, por 25 minutos.

Como Jian sangrava muito, sua mãe chamou uma ambulância. No entanto, a recepcionista do hospital lhe informou que uma pessoa do alto escalão do governo deu a ordens de que nenhuma ambulância fosse enviada para socorrer o seu filho, por estar ligado ao pastor Zhang Mingxuan.

Fenglan chamou seu filho mais novo, Zhang Chuang, que foi correndo para o apartamento. Lá, ele também agredido.

Depois de algum tempo, um amigo íntimo da família Zhang, que tinha condições de levar Jian para o pronto-socorro de Ming Hang em Pequim, deixou Jian em um quarto de hospital, onde ele está atualmente.

O médico de Jian disse que ele pode perder a visão do olho direito por causa dos danos irreparáveis causados pela agressão.

O pastor Mingxuan, que estava viajando pelo distrito naquele momento, não foi localizado. Presume-se que ele tenha sido preso pelas autoridades.

Fenglan foi expulsa do apartamento alugado assim que Jian foi enviado ao hospital.

A mobília da família foi jogada na rua. As autoridades do governo ordenaram a todos os hotéis de Pequim que não hospedem Fenglan. Ela está agora na casa de Fan Yafeng, líder de uma igreja não registrada em Pequim. Fan Yafeng é um acadêmico e defensor dos direitos humanos mundialmente reconhecido.

Durante os últimos 22 anos, o pastor Mingxuan e sua família têm sido presos, agredidos e despejados de suas casas inúmeras vezes por causa do cristianismo. Mesmo assim, ele e a sua família continuam a servir à igreja não registrada em Pequim.

Fonte: Portas Abertas

Criadores de « Desafiando Gigantes » lançam novo filme.


"Fireproof": Depois do sucesso de Desafiando gigantes, os mesmos produtores acabam de lançar outro filme com uma história sem tanto triunfalismo, mas bem recebido pela crítica norte-americana.

(Fonte: Cristianismo Hoje) - Depois do sucesso do insosso "Desafiando gigantes", a Igreja Batista Sherwood, no estado norte-americano da Geórgia, acaba de lançar outro filme. O primeiro custou a bagatela de 100 mil dólares e arrecadou mais de dez milhões só nas bilheterias americanas. O elenco era formado por voluntários da igreja. Por incrível que parece, o filme fez bastante sucesso, principalmente entre evangélicos. Até mesmo a venda dos DVDs foi além do que se imaginava.

A maioria das pessoas que conheço gostou do filme, mesmo não evangélicos, exceto um grupo de adolescente e eu mesmo!!! Mas sem dúvida alguma que o filme tem o mérito de fazer “milagre” com um orçamento tão baixo.

Se no filme anterior ficou a idéia errônea de que experimentar a fé cristã significa ter uma vida maravilhosa e superar todos os obstáculos, o novo filme, "Fireproof" ("Prova de Fogo"), amadureceu com uma história sem tanto triunfalismo. Quando o personagem de Kirk Cameron ("Deixados para trás") se acerta com Deus as coisas não se resolvem em um passo de mágica. Assim como na vida real, é difícil e doloroso estar no mundo.

"Fireproof" para vários críticos norte-americanos é melhor do que o novo filme de Spike Lee ("Milagre em Santa Anna") e filmes com estrelas de Hollywood como Shia LaBeouf ("Controle absoluto"), Richard Gere e Diane Lane ("Noites de tormenta") e Tim Robbins e Rachel McAdams ("The Lucky Ones"). Dessa vez, o orçamento “milionário” de 500 mil dólares ajudou bastante na qualidade do filme. Talvez por isso mesmo ele esteja em mais 850 salas nos Estados Unidos.

O filme retrata o bombeiro Caleb Holt (Cameron) como um profissional que cumpre com todas as regras, sendo que uma delas é nunca deixar um companheiro para trás numa situação de perigo. Já em sua casa, ao lado da esposa Catherine (Bethea), as coisa são bem diferentes. Sempre ausente, depois de sete anos de união o casamento está chegando ao fim e eles estão decididos a se divorciar. Mas o pai de Caleb pede que ele inicie uma experiência de 40 dias a qual denomina 'The Love Dare' (dia do desafio) na tentativa de salvar o casamento. O livro lançado pela Thomas Nelson americana entrou para a lista dos mais vendidos do The New York Times.

Assista o trailer (em inglês):

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Papa acusa ciência de querer tomar o lugar de Deus

O papa Bento XVI confirmou nesta quinta o valor da pesquisa científica para o progresso da humanidade, mas alegou que a ciência não pode criar princípios éticos e que "o dinheiro fácil" e a "arrogância de tomar o lugar do Criador" podem pôr a humanidade em perigo.

O líder católico fez essas declarações em discurso no Vaticano aos participantes de um congresso organizado pela Pontifícia Universidade Lateranense de Roma por ocasião do 10º aniversário da encíclica "Fides et Ratio" ("Fé e Razão"), do papa João Paulo II.

Bento XVI disse que a pesquisa científica tem valor positivo e que as descobertas das ciências matemáticas, físicas, químicas e aplicadas são fruto da "razão" e expressam a "inteligência com a qual o homem consegue penetrar na profundeza da criação".

O Papa frisou que a fé "não teme" o progresso da ciência e os desenvolvimentos a que suas conquistas conduzem "quando têm como fim o homem e seu bem-estar e o progresso da humanidade" e disse que "não é a árvore do conhecimento que mata, mas a da desobediência".

"O dinheiro fácil ou, pior ainda, a arrogância de tomar o lugar do Criador é uma forma de 'hybris' (arrogância) da razão que pode assumir características perigosas para a humanidade", disse.

O líder católico acrescentou que a ciência "não está capacitada" para definir princípios éticos.

"Ela só pode aceitá-los em si e reconhecê-los como necessários para erradicar suas eventuais patologias. A filosofia e a teologia servem nesse momento como ajuda indispensável para evitar que a ciência ande sozinha por um caminho tortuoso, cheio de imprevistos e de riscos", destacou.

Bento XVI acrescentou que isso não significa limitar a pesquisa científica, mas "vigiar o senso de responsabilidade que a razão e a fé possuem em confronto com a ciência para que esta permaneça no caminho de serviço ao homem".

Fonte: Terra

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Kaká compara versículo da Bíblia a sua vida em homenagem no Maracanã


Craque, que jamais imaginou ser o número 1 do mundo, conta as suas lembranças no Monumento do Futebol.

O melhor jogador do mundo em 2007, que teve nesta terça-feira a sua marca registrada na Calçada da Fama do Maracanã, deu o primeiro chute em uma bola aos oito anos, em São Paulo. Antes, quando morou em Brasília, onde nasceu, o futebol não passava pelas suas brincadeiras de criança.

Dos primeiros chutes até chegar às divisões de base do São Paulo, Kaká traçou objetivos simples na carreira, como simples diz ser a maneira como joga futebol - sem dribles ou jogadas de exibição, tendo como o único objetivo chegar ao gol adversário.

- Jamais pensei em chegar a esse nível, ser o número 1 do mundo, não ficava planejando ser um ídolo no futebol, uma pessoa que tem o seu talento reconhecido. Primeiro, queria ser titular no São Paulo, depois chegar à Seleção e aí me transferir para a Europa. Consegui muito mais do que isso, mas sem forçar nada, tudo aconteceu naturalmente.

Um versículo bíblico orienta a trajetória de Kaká na vida e na carreira: “Deus tem muito mais do que nós pedimos ou pensamos”.

Desse jeito, norteado pela sua crença, mas também procurando se aperfeiçoar à custa de muito treinamento, Kaká não só se tornou o maior jogador do mundo como tem hoje na Seleção Brasileira uma importância e peso decisivo reconhecidos quase à unanimidade. Sobre a maneira de jogar, a explicação.

- Sempre tive facilidade no arranque, que é minha característica. Como acho que o futebol é simples, quando pego a bola tento buscar o gol e a melhor maneira de chegar ao objetivo.

A Seleção Brasileira é um capítulo especial na história de paixão que Kaká tem pelo futebol. Na contramão dos que pensam que, por serem famosos e realizados, os jogadores que atuam na Europa vestem a camisa amarela como se fosse uma mera obrigação, Kaká afirma que é muito mais do que uma questão de dinheiro. É de fato um prazer que milhares de garotos cultivam desde que vão pela primeira vez para o campo.

- Não se trata de dinheiro, mas de um sentimento de orgulho. Não somos um exército, no sentido de ser a pátria de chuteiras, mas me sinto orgulhoso de defender o meu país quando entro em campo com a Seleção.

O futebol e a Seleção Brasileira se misturam no sentimento que Kaká diz ser o de todos os jogadores que se reúnem com a camisa amarela.

- Pode perguntar para qualquer um que está aqui, todos vão dizer que pagariam para jogar futebol e estar na Seleção. Eu pagaria para ser jogador de futebol, porque é a minha paixão. Claro que, depois, com o seu talento, você faz dele uma profissão, e se torna bem remunerado. Mas a paixão permanece.

As lembranças do Maracanã em que foi eternizado como craque

Kaká diz que o Maracanã é conhecido no mundo inteiro. Por onde passa, quando se fala do Brasil, as pessoas se referem ao estádio. Do “Monumento do Esporte”, que é como Kaká o definiu, a primeira lembrança que tem é de ter acompanhado ainda criança, pela televisão, os jogos da Seleção Brasileira. Depois, como jogador do São Paulo, enfrentou Botafogo, Fluminense e Flamengo, contra quem marcou um gol.

As recordações mais prazerosas foram mesmo os dois gols que fez na goleada de 5 a 0 sobre o Equador, no dia 17 de outubro do ano passado.

Como tudo o que aconteceu na sua vida, em que as coisas não são previamente planejadas, a homenagem que recebeu no Maracanã o deixou surpreso, mas feliz por ter seu nome inscrito em uma galeria de craques que fizeram história no futebol.

- O Maracanã é um símbolo do futebol, que tem a sua existência ligada à Seleção e ao futebol brasileiro

Fonte: Gospel Mais

ustiça dos EUA arquiva processo contra Deus por não saber endereço de réu

Como não foi possível notificar o Criador, juiz decidiu encerrar processo. Senador alega que Deus é onisciente e deve ser julgado por 'crimes'.


A Justiça de Nebraska, nos Estados Unidos, decidiu arquivar nesta quarta-feira o processo que um senador movia contra Deus. O juiz Marlon Polk, da corte distrital do condado de Douglas, disse que como o senador Ernie Chambers não informou no processo o endereço do réu, a Justiça não teria como notificar Deus.

No processo, Chambers acusa Deus de gerar medo e de ser responsável por milhões de mortes e destruições pelo mundo. Segundo ele, Deus gerou “inundações, furacões horríveis e terríveis tornados”.

Chambers comentou que Deus fez ameaças terroristas contra ele e seus eleitores. Conforme o senador, ele abriu o processo em Douglas porque Deus está em todos as partes.

"Como a corte não tem condições de notificar Deus, é preciso arquivar o processo", afirmou o juiz Marlon Polk em sua decisão.

Apesar de significar inicialmente uma "derrota", o senador encarou positivamente a decisão. "A corte reconheceu, desta forma, a existência de Deus", afirmou. "Desta forma, uma das conseqüências de reconhecer Deus é admitir sua onisciência. E, se Deus sabe tudo, Deus foi automaticamente notificado deste processo", completou.

Chambers tem agora 30 dias para decidir se vai ou não recorrer do arquivamento do processo.


Fonte: G1

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Bíblia ainda não foi traduzida para 4.500 idiomas

A Bíblia foi traduzida até o momento para 2.454 idiomas e, embora seja o livro mais divulgado do mundo, ainda falta traduzir a obra para 4.500 línguas, informou ontem o bispo italiano Vincenzo Paglia, presidente da Federação Bíblica Católica.

Paglia, bispo de Terni, deu essas informações durante o ato no qual a Federação Bíblica Católica e as Sociedades Bíblicas (protestantes) assinaram um acordo no Vaticano para favorecer a tradução e difusão da Bíblia.

O bispo de Terni afirmou que, apesar do trabalho realizado ao longo dos anos para traduzir a Bíblia, ela foi traduzida integralmente apenas em 438 idiomas.

O Novo Testamento foi traduzido em 1.168 línguas e alguns livros, como os Evangelhos e os Salmos, foram traduzidos em 848 idiomas.

O bispo católico lembrou que, em 1968, foram redigidos os princípios comuns de colaboração ecumênica para a tradução da Bíblia, e que cada vez mais as traduções protestantes são utilizadas pelos católicos, e vice-versa.

Paglia ressaltou que as Sociedades Bíblicas distribuíram em 2006 quase 26 milhões de bíblias, "o que representa - disse - que só alcançaram 1% ou 2% dos 2 bilhões de cristãos".

Fonte: Terra

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Portugal rejeita casamento gay

Ao contrário da onda liberalizante da Europa Ocidental, Parlamento lusitano veta projeto de lei que permitiria legalização de uniões homoafetivas no país.

Na contramão de diversas outras nações da Europa Ocidental, o Parlamento de Portugal rejeitou, nesta sexta-feira, uma proposta para permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo. A decisão provocou a indignação da comunidade homossexual e de ativistas da causa gay, que dizem sofrer discriminação. A tradição católica do país, bem como o caráter conservador de boa parte de sua população, explicaria a posição dos parlamentares.

A proposta feita pelos pequenos partidos Bloco Esquerdista e Verde com vistas a derrubar a proibição existente atualmente foi rejeitada por ampla maioria da Assembléia Nacional, já que os socialistas, atualmente no poder e majoritários dentro do órgão, uniram-se à oposição de centro-direita. O presidente do Parlamento, Jaime Gaime, não forneceu os números sobre o resultado final da votação, mas disse que a proposta havia sido rechaçada. Do lado de fora da sede do Poder Legislativo, cerca de 30 manifestantes gays protestaram fingindo que se casavam.

“Estou aqui porque todos os cidadãos são cidadãos plenos em seus deveres, mas não em seus direitos. E isso é um erro muito grave em uma democracia”, protestava uma mulher que se identificou apenas como Joana e dizia ter se casado com sua parceira. Durante a sessão parlamentar, um manifestante chamou os deputados de “homófobos caquéticos”, sendo retirado instantes depois pela polícia. Embora a vizinha e também católica Espanha reconheça a união civil homoafetiva desde 2005, Portugal ainda hesita em adotar regra semelhante. O cardeal José Policarpo, patriarca de Lisboa, advertiu que permitir o casamento entre gays representaria uma “violação da família” portuguesa. “O que está em jogo é romper com uma profunda concepção da família”, disse o religioso, em entrevista à Rádio Renascença, controlada pela Igreja Católica.

Os defensores da mudança argumentam que a proibição sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, incluída no Código Civil de Portugal, é inconstitucional, já que a Carta Magna de 1975, promulgada na época da redemocratização do país após a longa ditadura do general Salazar, proíbe a discriminação sexual. Pesquisas recentes mostraram que menos de 30% dos portugueses são favoráveis ao casamento entre pessoas do mesmo sexo – média consideravelmente inferior à apurada no restante da União Européia, que chega a 45 por cento.


Fonte: Cristianismo hoje

Evangélicos evangelizam em Fátima

PORTUGAL - Um grupo de dez estudantes de um seminário evangélico está desde sábado fazendo uma ação em Fátima para promover material bíblico e um site na internet com recursos de formação espiritual.

“Trata-se de uma oportunidade para eles conhecerem o que é uma dimensão da cultura católica e de abrir horizontes para outras sensibilidades cristãs”, disse ao PÚBLICO o pastor Paulo Pascoal, 40 anos, diretor do Seminário Teológico Baptista e responsável pela ação, que durará até ao final do dia.

“Não queremos fazer nenhum juízo, nem apologética, nem entrar em confronto com ninguém”, afirma Pascoal. Nem é para dizermos às pessoas que estão erradas”, insiste. Para os evangélicos, a devoção católica à mãe de Jesus é despropositada e sem fundamento bíblico.

O pastor batista admite que, em alguns casos, lhes têm perguntado se também são peregrinos. “Dizemos que sim e, se tivermos ocasião, explicamos quem somos. Mas apenas como afirmação da nossa fé, centrada em Jesus Cristo, para dizer que ele é suficiente para a nossa espiritualidade.”

Distribuíram algumas centenas de calendários com citações bíblicas e cartões a anunciar o site www.conhecerdeus.com. Desde final de Setembro, e sem publicidade, diz, a versão portuguesa deste site na Internet já teve 7.500 visitas.

O acolhimento da ação tem sido positivo, com “conversas amigáveis”. E os estudantes descobriram mesmo outro grupo de evangélicos irlandeses e brasileiros, que estão fazeendo uma ação idêntica nas proximidades do santuário.

“Crenças populares”

Sobre as divergências que os evangélicos têm em relação ao que se passa em Fátima, Paulo Pascoal afirma que “há muita religião popular que não tem Jesus Cristo no centro, que é mais centrada em crenças populares, sendo afirmações de religiosidade”. Mas esse não é “um problema exclusivo do catolicismo, também no meio evangélico existe”, diz.

A experiência de Fátima começou com Daniel Resende, um missionário evangélico brasileiro que esteve em Portugal, há seis anos. “Tornou-se uma oportunidade para os nossos estudantes de conhecerem um aspecto do catolicismo.” Desde então, o grupo tem realizado esta ação uma ou duas vezes por ano, quase sempre coincidindo com as peregrinações de Maio e Outubro.

(Fonte: Publico.PT / Adaptado por O Verbo)

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Nota de rodapé atravanca tradução de texto de Lutero

Uma nota de rodapé trancou a edição do décimo primeiro volume das Obras Selecionadas de Martinho Lutero. Em determinado período da vida, o reformador sentia muita dor por causa da drenagem que fazia numa das pernas a fim de estancar incisão que sofrera.

Até o momento, tradutores e editor não descobriram o que Lutero tinha nessa perna para informá-lo na nota de rodapé. Sem essa informação, o livro não sai. “É muito trabalho, muita pesquisa”, afirma o editor da Comissão Interluterana de Literatura (Cil), pastor Darci Drehmer.

Por aqui no Brasil, conta o editor, “já esgotamos todos os recursos, ouvindo pesquisadores, médicos, para descobrir o que provocou a incisão na perna de Lutero. Agora, recorremos a fontes na Alemanha para ver se descobrimos o enigma”, revela Darci.

Mas não é só a perna de Lutero que tira o sono da equipe de tradutores das obras de Lutero. Em carta, o reformador anuncia determinada data e acrescenta a informação: “depois de kiliane”. “O que é isso? Deve ser algum feriado da época”, deduz o editor. É outro termo que está na agenda dos tradutores.

Mesmo com todos esses cuidados e minúcias nas notas de rodapé para deixar o leitor melhor informado, ainda assim ocorrem imprecisões. Na Alemanha não existe a espécie de pássaro conhecida por “sabiá”, reclamou um leitor ao ler nota de rodapé no volume 5 das obras de Lutero.

O projeto completo das Obras de Lutero contempla 17 volumes, dois deles acrescentados à proposta original, para abarcar também as cartas de Martinho e as conversas à mesa, que retratam um reformador na relação com os filhos, com a mulher, com os estudantes.

A cada dois anos a CIL, mantida pela Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB) e Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), lança um volume das Obras Selecionadas de Martinho Lutero, vendido, o volume, a 88 reais (cerca de 44 dólares). A tiragem da edição é de 2 mil exemplares.

A produção literária de Lutero abrange prédicas, interpretações bíblicas, escritos teológicos, escritos polêmicos e pastorais. Os volumes 2 e 3 da coleção publica temas controversos e polêmicas do reformador com a Igreja Católica e com os entusiastas, corrente teológica da época.

Os volumes 5 e 6 abordam a ética política e social de Lutero; o volume 7 enfoca assuntos comunitários, da ordenação à liturgia. A partir do volume 8 começam os textos de interpretação bíblica. O volume 10 analisa a Epístola aos Gálatas, segundo anotações do estudante Jorge Rörer ao participar das preleções de Lutero.

Para divulgar o pensamento do reformador, a CIL organizou quatro seminários sobre “A teologia de Martinho Lutero e a missão da Igreja para o século XXI”. Dois deles já ocorreram, no Recife e em Curitiba. O terceiro está agendado para os dias 30 de outubro a 1 de novembro em Brasília, e o quarto acontecerá em São Paulo, no dia 11 de novembro.

(Fonte: ALC)

Africanos cristãos sem bíblias devido ao seu alto preço

Muitos africanos cristãos estão privados de uma bíblia, que pode custar um salário mensal, noticiou quarta-feira a agência católica Ecclesia, citando o arcebispo nigeriano John Olorunfemi Onaiyekan.

"Muitos não dispõem de dinheiro suficiente para possuir uma bíblia. Por isso, estamos a imprimir bíblias a preços mais acessíveis", adiantou o arcebispo, no Sínodo dos Bispos, no Vaticano, lembrando a dificuldade das traduções em países com elevados índices de analfabetismo.

Segundo o prelado, a presença católica no continente africano ronda os 14 por cento.

(Fonte: Visão / Adaptado por O Verbo)

Ator Pedro Cardoso condena em discurso polêmico toda a forma de nudez atualmente na TV e no cinema

Pedro Cardoso fez um discurso exaltado e polêmico no lançamento do longa-metragem Todo Mundo Tem Problemas Sexuais, de Domingos de Oliveira, na noite desta quarta-feira no Festival do Rio. O ator, que também produz o filme, acusou alguns diretores brasileiros de promoverem a pornografia na televisão e no cinema, obrigando a classe artística a participar de tais cenas.

"A pornografia tornou-se agora um modo de atrair o público. Temos visto cenas de nudez ou quase nudez em basicamente toda a programação dos programas de televisão", disparou.

"A constância com que isso aparece tem colocado em exposição a nudez dos atores. É raro um trabalho, seja flme, novela ou programa de humor que não inclua cenas deste tipo."

"A minha tese é de que a nudez impede a comédia e mesmo o próprio ato de representar. Quando estou nu, sou sempre eu a estar nu, nunca o personagem. Ao despir-se do figurino, o ator despe-se também do personagem", afirmou, ressaltando que Todo Mundo tem Problemas Sexuais, apesar do tema, não traz nenhum momento de nudez.

"Eu fiz algumas cenas de nudez muito parcial e me senti sempre muito mal. Esse absurdo causa grande desconforto ao ator e a atriz porque nos obriga a mentir", citou, recebendo aplausos. "A nudez produz uma sensação erótica. Neste filme, os atores estão vestidos para que os personagens possam estar desnudos."

"A pornografia está tão dissimulada em nossa cultura que não a reconhecemos como tal. Hoje qualquer diretor, medíocre ou não, se acha no direito de determinar que uma atriz possa ficar pelada numa cena ou parcialmente despida", disse, ressaltando, indiretamente, que os diretores da TV Globo também apelam para a "pornografia" televisiva.

"É frequente que cineastas de primeiro filme exibam para seus amigos em sessão privê as cenas privadas que conseguiu de uma determinada atriz", acusa. "Quando os atores se recusam a fazer nudez, os diretores ficam bravos e fazem malcriações, como crianças mimadas, porque se consideram no direito a ela".

O protesto de Cardoso abriu espaço para a discussão, especialmente entre os atores. Em tom revoltado, ele pediu que os artistas não se submetam a cenas de nudez.

"Até quando nós atores ficaremos atendendo ao voyeurismo e a disfunção sexual de diretores, roteiristas e produtores?", questiona. "Eu penso num dia que não teremos medo do You Tube ou das sessões nostalgia do Canal Brasil. O dia que não teremos medo que nossos filhos tenham que responder perguntas constrangedoras dos colegas na escola."

"Um diretor não deveria pedir que faça algo que ele não pediria a uma filha sua. Se essa gente quer nudez, que fiquem nus eles mesmos."

"Atores e atrizes podem dizer não às cenas que se sintam desconfortáveis. Não temos uma obrigação de tirar a roupa, que esta não é uma exigência do ofício de ator e sim da indústria pornográfica. E a conclusão de sempre: o programa popular tem que ter calcinha e sutiã, como se a gente brasileira fosse assim medíocre", ressalta.

O discurso levou Cardoso a tocar no assunto da vida pessoal. Namorado da atriz Graziella Moretto, no ar na TV Globo com a novela Três Irmãs, insinuou que ela sempre é contrariada nos bastidores da produção televisiva.

"No ar, na novela das 19h, ou mesmo das 18h, criam-se cenas de estupro, de banho, exibicionismo e adultério. Tudo apenas para proporcionar as cenas de nudez e influenciar o tesão alheio."

"E para que não digam que estou transtornado com esse assunto só porque agora estou namorando com uma atriz: de fato, dói mais a dor que dói em nós mesmos."

"Agora ver a mulher que eu amo tendo que diariamente se defender no trabalho contra a pornografia tornou esse assunto a primeira ordem do meu dia. Se antes era apenas responsabilidade profissional me opor à pornografia, agora é também por amor", finaliza.

Tomada pelos aplausos, Claudia Abreu, que também está no elenco do filme, deu seu depoimento. "Já passei por uma situação como essas recentemente e ele está completamente certo. É exatamente isso que acontece", disse. Vale ressaltar que a atriz aparece completamente nua no filme Os Desafinados, de Walter Lima Jr., em cartaz em alguns cinemas do País.

Retirado de Redação TERRA

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Famoso comediante americano faz polêmico filme ironizando várias religiões

No novo filme estrelado por Bill Maher, "Religulous", o comediante diz que quer que descrentes como ele "saiam do armário" e contestem o que ele afirma ser a influência perigosa da religião sobre o mundo. A julgar pelas críticas e reações do público testemunhadas em alguns cinemas americanos no fim de semana, é possível que tudo o que Maher tenha conseguido com seu filme, que ironiza o cristianismo, o judaísmo e o islã, é pregar aos já convertidos.

O LA Times disse em sua resenha: "Porque (Maher) quer acima de tudo divertir, ele formula suas perguntas não a pensadores religiosos sérios, mas aos malucos de diversos tipos que povoam as margens da religião, assim como povoam as margens do ateísmo". "O humor que ele cria às expensas deles não prova nada, a não ser que dar as cartas com um baralho arranjado só beneficia a quem as dá".

O filme, que estreou no fim de semana em cerca de 500 cinemas norte-americanos, com bilheteria de 3,4 milhões de dólares, encontrou ressonância entre os "convertidos" de Maher, mas enfureceu alguns fiéis. Num cinema em um subúrbio de Dallas, na sexta-feira, o público aplaudiu quando os créditos começaram a aparecer na tela - um fato raro. "Foi divertido, mas também profundo", disse o técnico de informática Ryan Karakani, 23 anos, de ascendência iraniana mas cujo avô foi pastor anglicano. Em Phoenix, o público do dia de estréia vaiou e gargalhou durante os 101 minutos do filme, e vários espectadores disseram mais tarde que o acharam divertido, edificante e um consolo.

A diretora de recursos humanos Tracey Ewens, que se descreveu como "espiritualizada, mas não religiosa", o filme "mostrou o absurdo das religiões convencionais". Mas outras pessoas não acharam tão divertidas as perguntas que Maher fez de surpresa a um ator que representava Jesus num parque temático cristão na Flórida, a um rabino anti-sionista e a um político do Arkansas que questiona a teoria da evolução. Vários de seus alvos eram evidentemente pessoas que vivem às margens da religião, como um pregador de Porto Rico que afirma ser uma nova encarnação de Jesus Cristo.

Algumas das cenas foram evidentemente editadas para fazer as pessoas parecerem tolas. Em entrevista dada no mês passado no Festival Internacional de Cinema de Toronto, onde "Religulous" fez sua estréia, o diretor do filme, Larry Charles, disse que a intenção principal não foi fazer um estudo sério de questões religiosas. "Nosso critério principal foi fazer o filme ser divertido, e o divertido transcende a maioria das crenças. Se fizermos o público rir, teremos realizado nosso objetivo", disse ele.

Fonte: Gospel Mais

Sacerdote católico é preso por abusar de meninos

Dois homens, incluindo um sacerdote católico, foram detidos na Austrália acusados de 35 crimes de abuso sexual contra adolescentes e crianças cometidos desde 1970, informou a polícia local.

O religioso de 63 anos, que vive na cidade de Newcastle, foi acusado de 22 crimes de assédio cometidos contra dois irmãos quando eles tinham 12 anos.

O outro homem, que tem 56 anos, foi acusado de 13 crimes de abusos sexuais contra um dos dois irmãos e outros dois jovens, que na época dos delitos tinham 13 e 14 anos.

Este é o terceiro sacerdote de Newcastle acusado de abusar de crianças este ano. Na semana passada, Paul Raymond Evans, um antigo sacerdote católico de 57 anos, foi condenado a 15 anos de prisão por abusos sexuais em Sydney.

Até agora, 107 membros da Igreja Católica foram condenados na Austrália por abusos sexuais contra cerca de mil vítimas, segundo a organização Broken Rites.

Fonte: Terra

Situação na Índia fica cada vez mais difícil para os Cristãos

Milicias de fundamentalistas hindus da VHP - Vishaw Hind Parishat destroem Igrejas cristãs, prontos-socorros, orfanatos, matam pastores, queimam pessoas vivas e expulsam 50.000 cristãos de suas vilas e casas no distrito de Kandhamal, Estado de Orissa, na Índia.

Milhares de famílias estão morando em campos de refugiados ou no meio do mato. A ordem é dos perseguidores é: Só volta para casa quem se reconverter ao hinduísmo. As autoridades indianas no momento estão ocupadas com outras coisas ditas "mais importantes". Por ventura estão esperando que o mal se alastre pelo país inteiro? A terra de Ghandi que defenestrou a Inglaterra de seu território pela uso da não-violência e da greve de fome, agora se esquece dos ensinos do Mahatma e comete todo tipo de barbarismo.

Enquanto isso, os verdadeiros culpados pela morte do líder hinduísta, assassinado em 23 de agosto de 2008, estão nas sombras. As autoridades do Estado de Orissa pela forma pouco convincente de atuação parecem que não se importarem muito com o sofrimento dos cristãos. Eles sofrem e são perseguidos por serem alvo de dois preconceitos ao mesmo tempo: são Dalits e cristãos.

Retirado de Olhar Cristão

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

ÍNDIA: Casal cristão assassinado e casas queimadas em Orissa

flag-of-india Um casal cristão foi assassinado, uma mulher encontrada morta, inúmeras casas e igrejas foram queimadas e bombas de baixa intensidade explodiram em um campo de refugiados na semana passada em Kandhamal, uma cidade do Estado de Orissa. Lá, a violência de extremistas Hindus começou há mais de um mês.

No domingo, dia 28 de setembro, a polícia encontrou em um rio o corpo de Priyatamma Digal, uma auxiliar de enfermagem e parteira. Na segunda-feira, o corpo de seu marido, Meghanath, foi resgatado. De acordo com o jornal The Times of India, o casal cristão foi morto na quinta-feira anterior, dia 25 de setembro.

Os ataques as aldeias de Rudangia, Telingia e Gadaguda em Kandhamal, que foram realizados por grupos armados não-identificados na manhã do dia 30 de setembro, resultaram em mais de cem casas queimadas e na morte de Ramani Nayak, da aldeia de Rudangia, informou o jornal The Hindu. Sua associação religiosa não foi identificada até o encerramento da matéria.

Oito pessoas ficaram gravemente feridas nos ataques, segundo os relatos, e cerca de 20 pessoas sofreram ferimentos leves.

Ontem, explosões de bombas abalaram três campos de refugiados de Kandhamal, na região de Nuagaon, na aldeia Mahasinghi e na cidade de Baliguda, segundo informou o órgão de notícias Press Trust of India (PTI).

O ocorrido não causou vítimas, mas as explosões deixaram os demais residentes dos campos de refugiados temendo por suas vidas.

“Já que eles foram bem sucedidos em explodir bombas em local próximo aos campos de refugiados, que são bem protegidos, não há garantias de que as próximas explosões não ocorram em outros campos”, afirmou um refugiado ao PTI.

Ataques com machados

O jornal The Times of India também informou que cinco casas foram incendiadas no quarteirão de Phirigia em Kandhamal (jurisdição da polícia de Gochhapada) no domingo à noite.

Em 25 de setembro, cerca de 700 pessoas armadas com machados, espadas e barras de ferro atacaram a Casa dos Missionários da Caridade na aldeia de Sukananda em Kandhamal, reportou a agência Asia News.

No final do dia 24 de setembro, uma multidão atacou cerca de 30 residências e duas casas de oração na aldeia de Simanjodi e outras 50 casas na aldeia de Batingia, informou o jornal The Indian Express.

No povoado de Rakingia, uma equipe do grupo de rápido combate ao desastre de Orissa (ODRAF) foi atacada. Eles haviam ido lá para desobstruir estradas. O ataque forçou a escolta policial a abrir fogo, acrescentou o jornal.

“Dois tribais foram supostamente mortos”, publicou o jornal. “Fontes disseram que tribais com arcos e flechas dispararam um ataque contra ODRAF.”

De acordo com o Conselho Geral dos Cristãos da Índia (AICC), pelo menos 57 pessoas foram mortas, mais de 18 mil feridas e mais de 4.300 casas, 150 igrejas e 13 instituições educacionais foram destruídas desde a eclosão de violência em Orissa, iniciada em 24 de agosto. Duas mulheres cristãs foram estupradas.

A violência, que depois se espalhou para pelo menos 14 regiões de Orissa, deixou mais de 50 mil pessoas sem abrigo.

Retirado de Missão Portas Abertas
www.portasabertas.org.br

Guitarrista Carlos Santana quer ser pastor

Carlos O guitarrista Carlos Santana afirmou, em entrevista à revista Rolling Stone que deseja reformar-se aos 67 anos e começar uma carreira de pastor numa igreja no Havaí.

O músico de 61 anos encontra-se em turnê pelos Estados Unidos e prepara-se para lançar um novo disco, mas os planos para o seu futuro passam por uma vida mais pacata e com uma ligação mais forte à religião.

"Vou parar de tocar guitarra aos 67 anos e trabalhar no que realmente quero fazer, que é ser pastor, como o Little Richard", disse.

Santana falou da fé que o tem acompanhado ao longo da vida e que o tem ajudado nos momentos mais difíceis, como o recente divórcio da sua mulher Deborah, que pôs fim a uma relação de 34 anos.

"Não estou farto do que faço, mas penso que Deus deu-me a dádiva da comunicação, mesmo sem a minha guitarra", afirmou Santana. O músico mexicano disse ainda que quer ajudar as pessoas a perceber melhor "algumas passagens da Bíblia" relativas à "culpa, vergonha, julgamento e medo".

O novo disco de Santana, um best of de dois CDs, chega às lojas a 13 de Outubro. «"Multi-Dimensional Warrior" é uma compilação dos maiores êxitos de uma carreira de mais 40 anos.

Fonte: diario.iol.pt

Mais de 3.300 se convertem em evento americano

Apesar de estar seguro acerca do lugar do seu filho no Céu, o evangelista Greg Laurie confessou a milhares de pessoas em Filadélfia que ele nunca estará em paz com a morte do filho.

Da mesma forma, ele nunca estará em paz com a sua própria morte ou de quem quer que seja, disse, porque “a morte é o inimigo.”

Laurie falou a cerca de 45.500 pessoas no Centro Wachovia, em Filadélfia, onde dirigiu pela segunda vez o evento evangélico de três dias, Harvest Crusade, desde a morte do seu filho mais velho, Christopher.

Nos meses seguintes à morte de Christopher em 24 Julho, Laurie tem lançado pensamentos e memórias em blogues acerca do seu filho, e como Laurie olhou para a sua fé Cristã enquanto sobrevivia à tragédia.

“Os pais querem sempre proteger, dar e ‘reparar as coisas’. Mas eu não consigo ‘reparar’ isto. Não consigo trazê-lo de volta,” escreveu Laurie num blogue em Agosto.

“Mas agora, ele já não precisa mais da ajuda do pai. Hoje ele está com o seu Pai celeste que – escusado será dizer – faz um trabalho muito melhor do que o seu pai terreno alguma vez poderia fazer,” acrescentou.

Cristopher tinha 33 anos quando morreu num acidente de carro, menos de um mês antes do início das Harvest Crusades de 2008.

Mensagens acerca da efemeridade da vida e sobre o Céu e Inferno ecoaram em Anaheim e, agora, em Filadélfia. Uma “conversa terra-a-terra sobre o Céu” foi o tema de Harvest deste ano, até mesmo antes do acidente em Julho. Mas a súbita perda do seu filho tornou a mensagem mais pessoal e ainda mais urgente do que a actual crise financeira.

“Quero falar dos assuntos mais relevantes... que são mais importantes do que a prestação da Bolsa, mais importante do que como está o correr o seu dia ou como está a sua carreira,” afirmou Laurie perante a multidão de Harvest, na Sexta-feira.

“Estes são os assuntos mais importantes que alguma vez iremos discutir juntos porque... a vida na terra… é como o flash de um relâmpago,” sublinhou.

Embora ainda sofrendo pelo desaparecimento do filho, Laurie deu boas notícias aos milhares de pessoas que se reuniram, dizendo-lhes que a morte não tem a palavra final.

“Deus tem a palavra final,” frisou o evangelista, que fez questão de mencionar: ele não é um pregador do apocalipse, mas um pregador de Jesus.

“Cristo superou a morte porque Ele morreu na cruz e viveu de novo... Quando um crente de Jesus morre, passa de imediato à presença de Deus.”

Foram 3.365 pessoas as que decidiram aceitar Cristo durante o evento decorrente de 3 a 5 de Outubro. A terceira e última data da Harvest Crusade 2008 está agendada para 19 de Outubro em Nova Iorque.

Fonte: Gospelmais

Ex-cantora Gospel americana hoje canta uma música chamada "Eu beijei uma garota"

A canção mais picante do pop atual foi escrita por uma ex-artista gospel. Katy Perry, que nos tempos de moça carola atendia pelo nome de Katy Hudson, é autora de I Kissed a Girl, que traz os versos: "Eu beijei uma garota e gostei/ Do gosto do seu brilho de cereja/ Eu espero que meu namorado não fique cha-tea-do". A música ficou dois meses no topo da parada dos Estados Unidos – e ganhou inimigos. Os moralistas a odeiam porque estaria levando as moças para o mau caminho. A comunidade gay torce o nariz porque Katy a teria composto para faturar alguns trocados, e não em nome da causa lésbica (o que ela não é). As reações mostram que a canção é provocante, ainda que de maneira bem pouco arriscada. O jeito de cantar de Katy Perry não força na sensualidade e o videoclipe de I Kissed a Girl é de uma pureza ímpar – em nenhum momento a cantora chega a realizar sua fantasia. A ousadia das mulheres cantoras, contudo, cobre um espectro bem mais amplo ao longo da história. Muitas vezes, elas se viram de fato em apuros apenas por interpretar uma canção.

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Música Evangéica é destaque no aniversário de 457 anos de Vitória do Espírito Santo

O aniversário de Vitória, no Espirito Santo, foi comemorado no mês de setembro em grande estilo. A cidade completou 457 anos com o "Celebra Vitória" em meio a muito louvor e adoração. Milhares de pessoas se reuniram e foram até o único evento gospel que é de fato consolidado na capital, tanto é que está incluído no calendário oficial da prefeitura.

A revista Comunhão publicou uma matéria com a cobertura do show. Grandes nomes do gospel nacional compareceram à festa, entre eles o cantor e pastorPG, que foi destacado na publicação. Acompanhe o trecho: "O destaque da noite ficou por conta do rock pesado de PG, que lançou o álbum "Eu Sou Livre". Gravado ao vivo em São Paulo, o CD traz canções que animam a todos os públicos, como a faixa que dá nome ao trabalho, além de "Ao Teu Encontro" e "Eu Vou Passar Pela Cruz".

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Projeta busca resgate de travestis e prostitutas

Projeto CAfé da MAdrugada mostra o amor de Jesus sem preconceitos. O momento foi todo especial, regado de boas conversas, muitas gargalhadas, deliciosas pizzas, amor cristão, oração e textos bíblicos “Estando Jesus em casa, foram comer com ele e seus discípulos muitos publicanos e pecadores” (Mateus 9:10)

Foi na última quinta-feira (18/09) que o Projeto CAMA (Café da Madrugada) realizou a noite da pizza. Este projeto existe há quase um ano e meio e visa exclusivamente o resgate físico, emocional, social e espiritual dos profissionais do sexo (travestis e garotas de programa), através do compartilhar da Palavra de Deus e do amor de Jesus demonstrado – sem preconceitos - por seus missionários urbanos.

Depois de um tempo de oração na Igreja Evangélica Irmãos Menonitas do Jabaquara, os integrantes do CAMA saíram às ruas, por volta das 20h30, para encontrar com as pessoas que já haviam sido convidadas de antemão para o evento.

O grupo tinha um total de 15 participantes, incluindo membros do projeto, profissionais do sexo e outras pessoas de comunidades distintas que têm apoiado o trabalho.

Após chegarem em uma boa pizzaria da região, o momento foi todo especial, regado de boas conversas, muitas gargalhadas, deliciosas pizzas, amor cristão, oração, textos bíblicos e muitas fotos.

Na ocasião, o pastor Neto (Igreja Cristã da Redenção) foi quem trouxe uma meditação intitulada O sonho de liberdade e, ainda, entregou algumas lembranças artesanais, feitas por ele mesmo, as quais serviram de ilustração para a mensagem trazida. Outros membros de sua comunidade estiveram presentes e puderam compartilhar dos momentos agradáveis daquela noite.

O evento foi encerrado com uma oração de agradecimento pela vida de todos os presentes e um pedido especial, de proteção, para essas pessoas que levam vidas tão difíceis e, como se não bastasse, sofrem o preconceito da sociedade, que se esquece de que Jesus também morreu por elas.

Pr. Renato de Oliveira (Igreja Ev. irmãos Menonitas do Jabaquara)
Manonitas.net

ERRO DE INTERPRETAÇÃO: Homem decepa mão e pênis dizendo ter feito a mando de Deus

Um caso automutilação chocou a vizinhança da Rua Ruy Pupo Campos Ferreira, no Jardim Londres, em Campinas, no fim da manhã deste domingo de eleição. O jovem Joel Lima de Almeida, de 22 anos, cortou o próprio pênis e, em seguida, decepou a mão direita com uma faca de cozinha. Com muito sangue nas roupas, ele foi encontrado caído no banheiro pelo irmão, Joaquim, que havia chegado do trabalho por volta das 11h30 da manhã.
 
Até então, nenhum dos vizinhos havia ouvido sequer um grito ou pedido de ajuda vindo da residência. 'Meu pai mora na casa ao lado e tem também o vizinho da frente. Nenhum deles ouviu nada. Se não fosse o irmão pedir por socorro, ninguém ia perceber o que se passava', conta o proprietário do imóvel no qual Joaquim vive e onde Almeida, que o visitava às vezes, foi encontrado, Marcos Antônio Ivanof, de 45 anos.

Segundo ele, quando chegou na casa, que fica nos fundos, encontrou o chão da pequena área externa da residência, em volta do tanque de lavar roupas, repleto de sangue e com a faca e os membros do jovem no chão. O sangue também jorrou nas paredes e as gotas seguiam para dentro da residência, de apenas três cômodos - cozinha, banheiro e quarto - até a cama e também próximo ao vaso sanitário.

Morador da residência ao lado, o sapateiro Norival Machado, de 61 anos, foi quem levou, com seu Uno, o rapaz e os membros decepados para o hospital Celso Pierro. Quando Joaquim o chamou, inicialmente ele não havia entendido exatamente o que havia acontecido. 'Quando vi o garoto sangrando e quase inconsciente, coloquei os dois no banco da frente e corri para o hospital. Durante o caminho Joaquim perguntou ao irmão duas vezes porque ele havia feito aquilo, e ele respondeu 'Porque Deus quis'', narra o sapateiro. Uma bíblia foi encontrada aberta sobre a mesa, junto a um prato de comida.

Fonte: Cosmo com Nota da redação de gospelmais.com.br

Nota da Redação Gospel+: Joel Lima de Almeida se auto mutilou provavelmente por ter interpretado de forma totalmente literal o versículo que está em Mateus 5:29 "Portanto, se o teu olho direito te escandalizar, arranca-o e atira-o para longe de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno". Mateus 5:29

A fé diminui a dor

Pesquisadores britânicos divulgam estudo segundo o qual pessoas com forte sentimento religioso estariam mais imunes à dor.

Pesquisadores britânicos das prestigiadas universidades de Oxford e Cambridge descobriram que o sentimento religioso pode aliviar a dor física. Em pesquisa divulgada pelo jornal The Guardian, os pesquisadores revelaram que analisaram as reações de 24 pessoas – doze deles cristãos praticantes e os outros 12 assumidamente não crentes – diante de vários estímulos visuais e sensoriais. Os doze devotos manifestaram melhor controle involuntário sobre as estruturas cerebrais que controlam o sentimento de dor.

Num dos testes, os voluntários foram orientados a observar atentamente duas imagens. Uma delas, a pintura Virgem Maria Sassoferrato, do século 15, tem forte conotação religiosa; a outra, do gênio Leonardo da Vinci, mostra uma mulher e um arminho. Em seguida, todos receberam pequenas descargas elétricas, devendo indicar, numa escala de zero a 100, a intensidade da dor sofrida. Os devotos sentiram proporcionalmente menos desconforto físico do que os outros. Os cientistas passaram, então, à segunda fase da pesquisa e analisaram as ressonâncias magnéticas dos cérebros dos voluntários. Os dois grupos mostraram diferenças substanciais: só nos cérebros dos crentes uma área conhecida como córtex pré-frontal ventrolateral, zona relacionada com a regulação da dor, se ativava depois de verem a imagem religiosa.

A conclusão do estudo sugere que a crença religiosa produz um efeito semelhante ao placebo. “As pessoas com mais fé reinterpretarem a dor, percebendo-a de maneira menos ameaçadora. Estas pessoas sentiam-se seguras ao contemplarem a imagem religiosa, como se ficassem mais protegidas”, explicaram os investigadores. Os pesquisadores dizem ainda que este não é um efeito exclusivamente da religião, e que provavelmente outros exercícios mentais, como a meditação, proporcionam o mesmo bem estar.

Fonte: Cristianismo Hoje

Irã liberta convertidos, mas tensão continua

A polícia iraniana libertou dois convertidos ao cristianismo, detidos sob acusações de apostasia (abandonar o islamismo).

A libertação se deu uma semana depois de o governo iraniano decidir, em maioria de votos, pela criação de uma lei que introduza a pena de morte a quem abandonar o islamismo.

Mahmoud Mohammed Matin-Azad, 53, e Arash Ahmad-Ali Basirat, 40, foram detidos em maio por terem abraçado a fé cristã.

Andy Dipper, diretor do grupo Release International, que monitora a liberdade religiosa, comentou a boa notícia com palavras cautelosas.

"Estamos encantados com o fato de o Irã ter retirado as acusações contra esses homens. No entanto, há provas de que as coisas ficarão cada vez pior para outros iranianos que buscam liberdade de mudar de religião” – disse Andy.

A libertação deles se deu uma semana após a União Européia emitir uma declaração que exigia que o presidente iraniano reconsiderasse o debate sobre a lei que prevê pena de morte para a apostasia. A declaração também exigia a liberdade de pessoas presas com base em sua filiação religiosa.
Fonte: Portas Abertas

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Igreja católica também aceita dízimo pago com cartão

Nota Pessoal: Primeiramente eu não deveria estar postando isso. Mas é que, dia desses vi na Redevida uma senhora falando de boca cheia que era um ABSURDO "certas igrejas" usarem cartão de crédito, que achei interessante faze-la morder a lingua.

A Catedral de Ribeirão Preto vai usar máquina de cartão de crédito para receber pagamento de casamento, batizado e até dízimo. No domingo, após a última missa das 19h, o padre Francisco Zanardo Moussa vai benzer o equipamento, que entra em uso no dia seguinte.

Até então, a única opção era depositar o dinheiro numa caixa de ferro, com cadeado, na entrada do templo.

É a primeira igreja a instalar o sistema on-line em Ribeirão, comenta padre Chicão, como é conhecido. Pode ser a primeira no Brasil também.

A CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil) não tem conhecimento do uso desse tipo de equipamento no país, nem a arquidiocese de São Paulo, com 284 paróquias, segundo as respectivas assessorias de imprensa.

Na arquidiocese de Ribeirão, o contador Caetano Marquese afirma não ter conhecimento de que alguma de suas 84 igrejas utilize a máquina de cartão de crédito.

Na missa, não

Padre Chicão afirma, no entanto, que a máquina não será usada nas missas, mas apenas na secretaria da igreja, em horário comercial. “Se colocasse na missa, a cerimônia perderia o sentido da eucaristia e passaria a ser comercial”.

De acordo com o pároco, que cursa o terceiro ano de Administração de Empresas, a instalação das máquinas está dentro de um processo de melhoria no atendimento paroquial. “É para facilitar a vida dos fiéis; eles perguntam se não podem pagar com o cartão”.

Hoje, a Catedral tem 800 dizimistas fiéis. O dízimo é uma proposta bíblica que a pessoa cumpre se quiser, diz padre Chicão. “Se você oferece para a comunidade, no sentido de despojamento e disponibilidade, recebe os sinais de Deus em troca”.

O padre não comenta quanto a igreja recebe em dízimo. Mas diz que não é suficiente para pagar despesas fixas, como os nove funcionários e a energia. “Fazemos festas e rifas para completar”.

Ele também não comenta o valor em ofertas. A cada fim de semana, 4.000 pessoas freqüentam as seis missas.

Com Visa ou Mastercard, casais poderão pagar - R$ 350 com efeito civil, ou R$ 220, só o religioso. Já a taxa para batizado é de R$ 42. No débito ou no crédito, o dinheiro cai na conta da paróquia.

A Catedral pagará taxa administrativa mensal de R$ 19, ao banco, em vez dos R$ 89 cobrados de estabelecimentos comerciais, pelo uso do equipamento, diz o padre.

NÚMEROS DA IGREJA CATÓLICA EM RIBEIRÃO

• 4 mil fiéis freqüentam a Catedral, no sábado e no domingo.
• A média é de 666 pessoas em cada uma das seis missas, no final de semana.
• 800 fiéis são dizimistas na Catedral. O dízimo é 10% do salário.
• A taxa para casamento é de R$ 350, com efeito civil.
• Cada batizado custa R$ 42.
• As máquinas recebem cartões Visa e Mastercard, no débito (à vista) e no crédito (é possível parcelar).
• R$ 52 mil custou a reforma da secretaria, onde ficam as máquinas de cartões e os guichês de atendimento.
• R$ 1 milhão irá custar o novo prédio de catequese da Catedral.

CNBB diz que cartão é mais seguro

A CNBB não vetou o uso de cartão de crédito. “Cada pároco pode decidir que recurso administrativo usar, consonante com sua arquidiocese”, diz o ecônomo (administrador financeiro) da CNBB, Francisco Souza.

O administrador da CNBB, diz não ver problemas no uso do cartão. “É mais seguro que deixar o dinheiro do dízimo na igreja, à mercê de assaltantes”, declara.

Dom Joviano de Lima Júnior, arcebispo local, está num congresso em Roma e só volta em novembro, por isso não pôde comentar.

Catedral terá prédio de R$ 1 mi

Padre Chicão também vai construir um centro de catequese, a partir de fevereiro. O prédio, de dois andares, está orçado em R$ 1 milhão.

A última obra foi a reforma de R$ 52 mil da secretaria administrativa da Catedral, onde vão ficar as máquinas de cartão de crédito.

Retirado de oVerbo.com.br

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Em meio a prisões, Deus age na Eritréia

Um evangelista preso desde 2006 por suas atividades cristãs tem recebido um tratamento severo por causa de sua ministrações para os presidiários.

portas_abertas Informantes disseram que Teame Weldegebriel está à beira do desespero enquanto padece na prisão de segurança máxima de Mai Sirwa.

“Por favor, peça aos irmãos que continuem orando por mim, pois não tenho certeza se os verei de novo” disse Teame a um informante.

As autoridades da prisão consideram Teame perigoso por causa de sua ousadia em compartilhar sua fé. Esse evangelista da Igreja Rhema tem pregado aos outros presidiários e muitos têm se convertido ao cristianismo. “Isso tem feito ele ser mal visto pelos guardas carcerários”, disse um informante.

A família de Teame está preocupada com a saúde dele, após tentar visitá-lo por várias vezes, porém sem sucesso.

Os presidiários freqüentemente têm fome e lhes é dito para se alimentarem das folhas de plantas.

Evangelho perigoso

Na Eritréia, uma nação com governo de raízes marxistas, se duas ou mais pessoas se reunirem espontaneamente em nome de Jesus, elas podem ser aprisionadas por não praticarem a fé ortodoxa, católica, luterana ou mulçumana.

Mais de dois mil cristãos na Eritréia estão aprisionados por causa de sua fé.

Um deles era da Igreja do Evangelho Pleno, preso em 2001. Sua esposa o viu pela última vez em junho de 2007.

Ela e seus dois filhos menores estavam reunidos para uma reunião de oração em meados de julho, quando foi presa e colocada em um contêiner de metal até sua libertação no mês passado.

“Eu fui presa com as crianças enquanto estava em uma reunião de oração com mais outros 20 cristãos” disse a mulher, que pediu para não ser identificada por motivos de segurança. “Eles nos prenderam em um campo de concentração militar, dentro de um contêiner de metal. Eu me lembro dessa prova terrível que tive de passar com meus filhos. Depois de três semanas fomos soltos, enquanto os outros cristãos continuavam trancados em celas de prisões.”

O governo vê os líderes de grandes comunidades, como a Igreja do Evangelho Pleno e a Igreja Rhema como ameaças. Autoridades eritréias temem que os líderes das igrejas exponham os abusos e condições nas prisões.

Por isso, é extremamente difícil para os parentes visitarem os presos, que também não podem enviar e nem receber cartas.

“O governo tem transferido os detentos de uma cela para a outra”, disse um informante cristão em Asmara, capital.

Em maio de 2002, o governo criminalizou todas as igrejas independentes que não operam sob as estruturas religiosas ortodoxa, católica, luterana ou mulçumana.

Presos por conversarem

Na cidade portuária de Massawa, a polícia prendeu em junho um homem e uma mulher, ambos cristãos, que estavam conversando com mulçumanos sobre Cristo. Membros da Igreja Kale Hiwot, os dois estavam discutindo sobre a fé cristã quando quatro policiais a paisana os prenderam.

“Eles ficaram cerca de 30 minutos conversando sobre Jesus antes de serem presos – tinham testemunhado sobre Jesus e sobre a fé por um longo tempo para alguns mulçumanos”, disse outro informante. “Eu vi os dois cristãos sendo levados pelos policiais. Há mais de cem cristãos na prisão de Waire, a 25 quilômetros de Massawa.”

Um evangelista aprisionado anteriormente, que pediu para não ser identificado por motivos de segurança, disse que Deus está trabalhando na Eritréia com muitas conversões a Cristo, e operando muitas curas divinas.

“Com certeza, cristãos estão sendo presos, mas o agir de Deus não ser aprisionado”, ele disse. “Estou pronto para qualquer eventualidade, inclusive ser aprisionado de novo. Em muitas ocasiões, os guardas carcerários me avisavam para parar de pregar. Mesmo assim, continuavam me amando. Verdadeiramente Jesus me ama. Eles viam Deus em mim.”

O Departamento de Estado dos EUA tomou nota na Comissão Internacional de Liberdade Religiosa de 2008 que a Eritréia não tem cumprido a Constituição de 1997, a qual prove a subsistência da liberdade religiosa. O Departamento de Estado tem colocado a Eritréia na lista de Países de Preocupação Específica desde 2004, uma lista dos piores países transgressores da liberdade religiosa.

Muitos dos dois mil cristãos detidos em postos policiais, acampamentos militares e cadeias da Eritréia estão encarcerados por anos. Nenhum deles foi acusado formalmente nem tem acesso ao processo judicial.

Não há estatísticas confiáveis disponíveis, entretanto, o Departamento de Estado dos EUA estima que 50% dos habitantes são mulçumanos, 30% são cristãos ortodoxos e 13% são católicos romanos. Protestantes, adventistas do Sétimo Dia, testemunhas de Jeová, budistas, hindus e bahais formam menos de 5% da população.

Retirado de Missões Portas Abertas
www.portasabertas.org.br

Brasil tem projeto de Bíblia manuscrita

Proposta é transcrever uma Bíblia por estado brasileiro. Organizadores estipulam máximo de dois versículos por pessoa.

Assim como os Estados Unidos, o Brasil também deve ganhar sua Bíblia escrita a mão neste ano. O projeto, que visa dar a milhares de pessoas em diversas cidades do país a chance de reescrever, de próprio punho, alguns versos do livro sagrado, é encampado aqui pela Sociedade Bíblica do Brasil.

De acordo com o site da SBB, entidade que se define como "sem fins lucrativos, de natureza religiosa, social, filantrópica e cultural", o projeto tem como objetivo "transcrever uma Bíblia por estado brasileiro e ter dois exemplares copiados pela população de todas as regiões do país".

A página da SBB na internet afirma ainda que, a fim de garantir a participação de um maior número de copistas, o número máximo de versículos transcritos por pessoa é de apenas dois.

Made in U.S.A.

A versão norte-americana também está em andamento. A idéia da editora Zondervan Corp. é pedir uma "mãozinha" para 31 mil americanos a fim de produzir sua nova edição da Bíblia. No total, 90 cidades dos Estados Unidos participam do projeto.

Hillsong no Brasil em novembro

Os fãs do ministério de louvor Hillsong, da Austrália, podem se preparar. O grupo, que tem muitos admiradores no Brasil e tem influenciado grandemente a música de adoração nacional, fará uma turnê no Brasil em novembro. Darlene Zschech e sua banda visitarão três cidades, inclusive a capital federal, onde está programada uma grande celebração na Esplanada dos Ministérios. Confira o roteiro:

13/11 – Praia de Balneário Camboriú (SC) – 18h
Apoio: Embaixada do Reino de Deus
Informações: (47) 3366-0594

14/11 – Esplanada dos Ministérios – Brasília (DF)
Participação: Comunidade da Zona Sul e Aline Barros
Apoio: Comunidade Cristã Ministério da Fé
Informações: (61) 3336-4191

15/11 – Praça da Apoteose – Rio de Janeiro (RJ) – 16h
Participação: Comunidade da Zona Sul e Aline Barros
Apoio: Comunidade Evangélica da Zona Sul
Informações: (21) 3506-1900

Retirado de: Cristianismo Hoje

"Pular a cerca" dá dor de cabeça, diz estudioso

Neurologista italiano descobre a ‘cefaléia dos amantes’, dor de cabeça intensa causada pelo estresse e esforço físico de manter uma relação extraconjugal.

traicao_virtual2 Há muito tempo se sabe que casos extra-conjugais costumam dar uma tremenda dor de cabeça, não só para quem é traído, mas para quem pula a cerca. Mas agora o que o imaginário popular já consagrara acaba de ser provado cientificamente. O neurologista italiano Lorenzo Pinessi descobriu que o estresse psicológico e o esforço físico de manter uma relação extraconjugal pode dar origem à “cefaléia dos amantes” – nada mais, nada menos, que a célebre dor de cabeça. Só que no sentido físico mesmo, e não apenas figurado.

“Esse tipo de cefaléia afeta sobretudo os homens, que têm em geral um papel mais ativo durante a relação, com uma intensidade proporcional à excitação”, explica o médico, que é presidente da Sociedade Italiana para o Estudo da Cefaléia. “Trata-se quase sempre de pacientes já com dores de cabeça, nos quais uma série de fatores, como alimentos afrodisíacos, remédios estimulantes, cansaço físico e o estresse psicológico devido à relação extraconjugal podem desencadear fortes cefaléias, que podem durar até três horas”, explica o especialista.

Segundo Pinessi, é importante que os pacientes afetados por essas condições falem com o médico “de modo honesto”, ou seja, reconhecendo o adultério. Isso ajudaria na exatidão do diagnóstico do distúrbio. “Em cerca de 3% dos casos, os sintomas podem esconder também um pequeno aneurisma cerebral”, avisa o neurologista. “Por isso, sugiro a meus pacientes uma semana de calma, com um período de abstinência, para em seguida se submeterem a um exame específico”, recomenda.

Retirado de: Cristianismo Hoje

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Festival de música cristã é proibido

No dia 16 de setembro, um oficial bielorrusso em Borisov proibiu que um festival de música cristã acontecesse, poucos minutos antes de começar.

As bandas cristãs, tais como Salvation – que seria a atração principal da primeira noite do evento – nunca tiveram problemas com as autoridades. Algumas delas estão entre as bandas mais populares de Belarus.

O festival gratuito de seis dias foi uma iniciativa da comunidade cristã local (católicos, ortodoxos e protestantes). “Seria nosso testemunho comum para Borisov, para mostrarmos que não estamos isolados, mas que cremos no mesmo Deus”, disse um dos organizadores, o padre Zbigniew Grygorcewicz.

Mais de 30 bandas cristãs de todo Belarus, cuja música trata basicamente de temas cristãos, concordaram em tocar de graça no festival. Havia-se planejado três shows por dia voltados para crianças, jovens e adultos. Vinte mil convites haviam sido distribuídos e foram encomendados 5 mil balões para as crianças.

Os organizadores tinham conseguido uma autorização por escrito do Estado para a realização do festival uma semana antes da data marcada para o evento. Eles seguiram a Lei de Demonstração de 2003, cujo Artigo 6 declara que as autoridades estão obrigadas a notificar aos organizadores de um evento a decisão de proibi-lo e dar seus motivos.

Entretanto, quando faltavam apenas 10 minutos para o início do show, a chefe do Comitê Executivo do Departamento Ideológico do Município de Borisov, Lyudmila Gornak, chegou à rua reservada, anunciou que o evento estava proibido de ser realizado e foi embora.

Líderes de igrejas oraram e a banda chamada Psalmyary (Salmistas) – que abriria o festival – tocou a música “Há um Deus em Belarus”. Os organizadores distribuíram exemplares do Evangelho segundo João para a platéia de aproximadamente 500 pessoas antes de darem o evento por encerrado.

Os representantes do Estado argumentaram que a permissão não estava mais válida, que haviam cometido um erro e que o evento não estava totalmente em ordem, mas não especificaram o que havia de errado. “Quando um evento desse porte é organizado, há a necessidade de receber aprovação da polícia, dos bombeiros e de órgãos ligados à segurança e à saúde, mas nós tínhamos tudo isso”, explicou Zbigniew.

Lyudmila Gornak insiste em que o festival não foi cancelado, mas adiado. E continua dizendo que o motivo foi que o pedido de permissão dos organizadores não correspondia às exigências legais e que havia erros. Ao ser questionada repetidas vezes, Lyudmila insistiu que dissera aos organizadores quais eram esses erros. Disse, também, que eles concordaram e que não houvera mais nenhuma reclamação.

Fonte: Portas Abertas

O festival cristão seria o primeiro evento desta natureza em Borisov, e as igrejas insistirão para que ele aconteça, promete Zbigniew. Os organizadores estão considerando um pedido de compensação pela perda que tiveram com a proibição.