quinta-feira, 17 de julho de 2008

Pastor Jabes de Alencar sofreu um infarto

De acordo com a Igreja Assembléia de Deus do Bom Retiro o pastor passa bem.

O pastor Jabes de Alencar, Presidente da Igreja Evangélica Assembléia de Deus - Bom Retiro, em São Paulo, sofreu um infarto nesta segunda-feira, dia 14 de julho.

Segundo informações passadas pela Igreja Assembléia de Deus do Bom Retiro, o pastor Jabes colocou um cateter devido a um infarto; passa bem no momento e está em fase de recuperação no hospital Albert Einstein em São Paulo.

Oremos todos, para quem tão logo o pastor esteja recuperado.

Fonte: Jornal A Hora Online

CNBB alerta para os perigos do PL 122/06 que tramita no Senado

dom redovino A lei da homofobia (PL 122/2006), que tramita no Senado brasileiro, concederia privilégios ao homossexualismo, comenta o bispo de Dourados (Mato Grosso do Sul).
Segundo dom Redovino Rizzardo, a lei, destinada a proteger quem opta por atitudes e práticas homossexuais, "não é tão inofensiva como parece".

"Para defender e amparar pessoas que até agora se sentiram marginalizadas, corre-se o perigo de violentar a quem pensa e age diferente", escreve o bispo, em artigo difundido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

De acordo com dom Redovino, se aprovado, "o projeto criará situações constrangedoras para a Igreja Católica que, em seu proceder, procura se pautar pelo Evangelho".

Assim - comenta o prelado- , "um sacerdote que, em sua homilia, condenar o homossexualismo, poderá ser julgado por “ação constrangedora de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica”.

A decisão do reitor de não admitir no seminário um candidato homossexual poderá lhe acarretar de três a cinco anos de reclusão.

Pelo que tudo indica -destaca o bispo de Dourados-, "a partir da vigência do decreto de lei, além dos direitos fundamentais garantidos pela Constituição Federal a todos os cidadãos brasileiros, os homossexuais terão privilégios e benesses que derivam de sua opção sexual".

Preparem-se para ocupar uma cela em algum presídio do país

"Em contrapartida, todos aqueles que não se conformam com comportamentos homossexuais, deverão silenciar ou preparar-se para ocupar uma cela em algum presídio do país", afirma.

Segundo dom Redovino, "a lei que pretende conceder privilégios ao homossexualismo, criando a figura penal da “homofobia”, não é tão inofensiva como parece".

"Se já agora as organizações homossexuais, com o apoio do governo e o aplauso dos meios de comunicação social, conseguem, junto ao Poder Judiciário, indenizações não insignificantes por “danos morais”, ninguém imagina o que poderá acontecer após a aprovação do decreto-lei."

Retirado de Missão Portas Abertas
www.portasabertas.org.br

Pesquisadores afirmam, TV afeta as crianças! Eu pergunto, Qual a novidade?

Só para constar, pesquisadores descobriram o que os pais já sabiam há muito tempo, o uso da televisão por crianças, é prejudicial ao seu desenvolvimento.

O aparelho ligado distrai a atenção e prejudica o desenvolvimento segundo estudo

Pesquisadores da Universidade de Massachusetts realizaram um estudo com crianças nos Estados Unidos. Publicado na revista científica Journal of Child Development, o estudo aponta o quanto a televisão ligada pode prejudicar o desenvolvimento da criança, mesmo que ela não esteja olhando para a tela.

Segundo a líder da pesquisa, Marie Evans Schmidt, a televisão ligada é uma fonte de distração em constante mudança e acaba por atrapalhar os esforços da criança em manter a atenção durante o tempo em que está brincando. A pesquisadora sugere que os pais limitem o tempo de exposição de seus filhos à televisão.

O estudo foi realizado em um laboratório durante uma hora, onde foram analizadas 50 crianças com idade entre 1 e 3 anos. Elas brincaram metade do tempo com a televisão ligada e metade, desligada. Quando o aparelho estava ligado, as crianças olhavam para a tela apenas 5% do tempo, e algumas delas apenas por segundos.

O resultado indicou que apesar do pouco tempo olhando para a televisão, nesta situação as crianças brincavam por um período mais curto de tempo e se concentravam menos em cada brinquedo.

Fonte: Elnet