segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Filho de pastor encontra-se em condições críticas após ser espancado

Zhang Jian, o filho mais velho do pastor Zhang Mingxuan, apanhou cruelmente dos funcionários do Comitê de Segurança Pública (PSB) enquanto estava no apartamento de seus pais em Pequim, no dia 16 de outubro.

Xie Fenglan, sua mãe, declarou que 15 funcionários do PSB entraram na sua casa e trancaram todas as portas antes de bater cruelmente em Jian com barras de ferro, por 25 minutos.

Como Jian sangrava muito, sua mãe chamou uma ambulância. No entanto, a recepcionista do hospital lhe informou que uma pessoa do alto escalão do governo deu a ordens de que nenhuma ambulância fosse enviada para socorrer o seu filho, por estar ligado ao pastor Zhang Mingxuan.

Fenglan chamou seu filho mais novo, Zhang Chuang, que foi correndo para o apartamento. Lá, ele também agredido.

Depois de algum tempo, um amigo íntimo da família Zhang, que tinha condições de levar Jian para o pronto-socorro de Ming Hang em Pequim, deixou Jian em um quarto de hospital, onde ele está atualmente.

O médico de Jian disse que ele pode perder a visão do olho direito por causa dos danos irreparáveis causados pela agressão.

O pastor Mingxuan, que estava viajando pelo distrito naquele momento, não foi localizado. Presume-se que ele tenha sido preso pelas autoridades.

Fenglan foi expulsa do apartamento alugado assim que Jian foi enviado ao hospital.

A mobília da família foi jogada na rua. As autoridades do governo ordenaram a todos os hotéis de Pequim que não hospedem Fenglan. Ela está agora na casa de Fan Yafeng, líder de uma igreja não registrada em Pequim. Fan Yafeng é um acadêmico e defensor dos direitos humanos mundialmente reconhecido.

Durante os últimos 22 anos, o pastor Mingxuan e sua família têm sido presos, agredidos e despejados de suas casas inúmeras vezes por causa do cristianismo. Mesmo assim, ele e a sua família continuam a servir à igreja não registrada em Pequim.

Fonte: Portas Abertas

Criadores de « Desafiando Gigantes » lançam novo filme.


"Fireproof": Depois do sucesso de Desafiando gigantes, os mesmos produtores acabam de lançar outro filme com uma história sem tanto triunfalismo, mas bem recebido pela crítica norte-americana.

(Fonte: Cristianismo Hoje) - Depois do sucesso do insosso "Desafiando gigantes", a Igreja Batista Sherwood, no estado norte-americano da Geórgia, acaba de lançar outro filme. O primeiro custou a bagatela de 100 mil dólares e arrecadou mais de dez milhões só nas bilheterias americanas. O elenco era formado por voluntários da igreja. Por incrível que parece, o filme fez bastante sucesso, principalmente entre evangélicos. Até mesmo a venda dos DVDs foi além do que se imaginava.

A maioria das pessoas que conheço gostou do filme, mesmo não evangélicos, exceto um grupo de adolescente e eu mesmo!!! Mas sem dúvida alguma que o filme tem o mérito de fazer “milagre” com um orçamento tão baixo.

Se no filme anterior ficou a idéia errônea de que experimentar a fé cristã significa ter uma vida maravilhosa e superar todos os obstáculos, o novo filme, "Fireproof" ("Prova de Fogo"), amadureceu com uma história sem tanto triunfalismo. Quando o personagem de Kirk Cameron ("Deixados para trás") se acerta com Deus as coisas não se resolvem em um passo de mágica. Assim como na vida real, é difícil e doloroso estar no mundo.

"Fireproof" para vários críticos norte-americanos é melhor do que o novo filme de Spike Lee ("Milagre em Santa Anna") e filmes com estrelas de Hollywood como Shia LaBeouf ("Controle absoluto"), Richard Gere e Diane Lane ("Noites de tormenta") e Tim Robbins e Rachel McAdams ("The Lucky Ones"). Dessa vez, o orçamento “milionário” de 500 mil dólares ajudou bastante na qualidade do filme. Talvez por isso mesmo ele esteja em mais 850 salas nos Estados Unidos.

O filme retrata o bombeiro Caleb Holt (Cameron) como um profissional que cumpre com todas as regras, sendo que uma delas é nunca deixar um companheiro para trás numa situação de perigo. Já em sua casa, ao lado da esposa Catherine (Bethea), as coisa são bem diferentes. Sempre ausente, depois de sete anos de união o casamento está chegando ao fim e eles estão decididos a se divorciar. Mas o pai de Caleb pede que ele inicie uma experiência de 40 dias a qual denomina 'The Love Dare' (dia do desafio) na tentativa de salvar o casamento. O livro lançado pela Thomas Nelson americana entrou para a lista dos mais vendidos do The New York Times.

Assista o trailer (em inglês):