quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Tribunal permite que escola expulse supostas alunas lésbicas na Califórnia

Decisão beneficia colégio luterano de Wildomar. Garotas acusaram escola de discriminação, mas perderam na Justiça.

Um tribunal de apelações da Califórnia decidiu que uma escola cristã pode expulsar estudantes por conta de suspostas relações lésbicas.

A decisão foi tomada por uma corte de Riverside, na segunda-feira. Ela beneficia a Escola Luterana da Califórnia, em Wildomar.

Duas garotas haviam recorrido à Justiça contra a expulsão, ocorrida em 2005, acusando a escola de discriminação.

Um tribunal de primeira instância inferior decidiu que a escola não está sob as mesmas leis antidiscriminação de uma empresa. As meninas apelaram, mas a decisão foi mantida na instância superior.

John McKay, advogado da escola, argumentou a favor da expulsão dizendo que o objetivo do estabelecimento é educar baseado nos princípios cristãos.

O advogado das garotas não foi encontrado pela agência Associated Press.

Fonte: G1